O filho nasceu e soltaram fogos

Esta foi a capa de um filho, que após 6 meses nasceu e sua apresentação na graduação por decisão do Orientador Me Vinicius Dorne, da convidada Dra Ana Paula Machado Velho e do professor Esp. Antonio Paulino dos Santos Junior mereceu nota 100.

A finalização deste trabalho é reflexo do que consta em nossa epígrafe:

“Gostaria de contar essa história tal e qual me foi relatada, sem salamaleques.”

FERNANDES, José Carlos. (Gazeta do Povo, “A fábula de um pequeno jornaleiro”. Postado em 16 de set de 2011)

No momento tudo que temos a dizer é Obrigada, pois isso foi possível Graças a Deus.

Não apenas uma pesquisa, foi uma experiência!

A realização deste formato do rádio documentário, se deu por conta de sua validade. Pois funciona como um DOCUMENTO e segundo Carmem José os depoimentos orais possuem o mesmo valor que os documentos escritos.  E observamos um ineditismo, porque não existem trabalhos sob a perspectiva que trabalhamos.

Escutamos críticas quanto a escolha pelos Estudos Culturais Britânicos, mas sabemos o quanto foi importante; que se o trabalho fosse um vídeo a representação dos profissionais se teria um melhor entendimento. Mas na finalização do trabalho vimos que os E.C.B. foram muito importantes para a composição da crítica e outro olhar sobre o objeto e que no rádio alcançamos o objetivo de mostrar a realidade e também conseguimos mexer com o imaginário e poder de interpretação do nosso ouvinte e possivelmente mudar o entendimento sobre os motoboys.

No vídeo a seguir, vai ser possível entender um pouco como foi a produção do rádio documentário e com colaboração do nosso orientador Vinicius Dorne e também do companheiro de edição Lucas Pimentel.

Afinal nasce um filho..

E SUBIMOS NA GARUPA DOS MOTOBOYS

Na garupa dos motoboys… este trabalho começou com a paixão pelo povo. Afinal as melhores entrevistas são dos personagens. Eles constroem um texto, eles dão vida ao trabalho do jornalista.

No início do ano o assunto do trânsito e a regulamentação dos motoboys estava presente na mídia. MAs sentimos falta do motoboy, das histórias.

Disso começamos a pesquisa. Leituras, projeto, rascunhos, observações, entrevista, decupagens, Memorial descritivo, Edição e por fim o filho pronto: o rádio documentário “Na garupa dos motoboys: rotinas e desafios da profissão em Maringá”

Após a delimitação do tema, definição do objeto mãos a obra. O memorial descritivo, a realização das observações e entrevistas dependiam de uma crítica que os Estudos Culturais Britânicos aprofundaram. O perigo em todo o percurso foi deixar claro NÃO VAMOS REALIZAR ANÁLISE.

O foco sempre foram os Motoboys, mas as discussões cresceram… as percepções, entendimentos e interpretações podem ser vistas no memorial descritivo e também no rádio documentário.

O documentário de 50 minutos,  só vai estar disponível após o dia 01 de dezembro, mas para dar um gostinho de quero mais agora você pode acompanhar um resumo em que tentamos reproduzir o que foi o nosso trabalho.

http://www.4shared.com/audio/dDDNL52k/Documentario_Resumo.html

 

Demanda manufaturada das garrafas

Você já contou quantas garrafas PET utiliza por dia? Já somou em uma semana? E um ano?

As garrafas tornaram-se necessárias. Mas você que ama coca cola, não acha que ela era melhor quando vinha na garrafa? Sem contar da possibilidade de pagar menos se reutilizar o casco, não é?

E a água, você toma água da torneira? Ou tem certeza que a água da torneira serve apenas para lavar a louça, a calçada e tomar banho, e por isso, você compra garrafa de galão ou as de garrafinhas? Para muitas pessoas não existe a possibilidade de tomar água de torneiras ou filtros. Eu me lembro do filtro marrom de barro e sinceramente na minha casa todos sempre tomamos água da torneira e nunca tivemos nenhuma doença por não gastar com água. Afinal já pagamos por ela, e não é barato.

Água da torneira não faz mal!

Quer saber a historia das garrafinhas e como a indústria coloca em nossas cabeças que tomar água da torneira é quase um crime. Veja o documentário abaixo, é uma das produções da The Story of Stuff.  É uma série de animações que trata  de temas como consumo consciente e sustentabilidade de uma maneira bem direta e dinâmica. Neste momento a produção tem intenção de quebrar alguns preconceitos e mostrar a realidade sobre a criação de uma demanda manufaturada sobre as garrafas.

Acompanho no site:

http://www.coletivoverde.com.br/a-terrivel-historia-das-garrafas-de-agua/

Assista o vídeo:

As novas tecnologias e a alienação

Um menino pergunta ao avô: “É verdade que quando o senhor era pequeno não havia televisão?” O avô responde que sim, e o menino devolve: “Então onde é que você jogava videogame?” A piada mostra o fosso tecnológico entre as gerações (RYDLEWSHI, 2004). 

Os estudantes são muito ocupados, mas quase não lêem livros assim não sabem os benefícios dessa prática.

Atividade  3

No post: http://andrelemos.info/2011/07/cine-video-e-audio/ o autor aproveita que está preso em um congestionamento e elabora material para um áudio-blog. 

O primeiro aspecto que julgo interessante foi à facilidade em que André Lemos conseguiu atualizar seu blog. Ele provou que hoje a atualização de informações depende apenas de vontade, pois ele mesmo no estresse do congestionamento compartilhou um pensamento e plantou um conhecimento ou possibilidades de discussão para os seus seguidores.

Durante o post observei que ele pontuou um assunto simples. Apenas expõe sobre a facilidade dos jovens com as novas tecnologias e isto culmina e uma falta de conhecimento da história. Lemos exemplifica dizendo que crianças acreditam que a internet já existia e que o computador veio como forma de utilizar. Isto pode parecer bobeira, mas acredito ser a mostra de um ensino falho. As novas gerações perderam a crítica e estão a cada dia mais alienadas as novas tecnologias. Acredito que as novas tecnologias podem sim contribuir para o aprendizado, porém com necessidade de uma mudança de regimes. A nova população pode estar informatizada e atualizada constantemente com as novas informações, entretanto analfabeta quando se trata do passado. E acredito que o conhecimento adquirido no passado é a base para o crescimento social e político dentro de uma democracia que preze pela cidadania.

De acordo com um texto publicado no Jornal de Brasília, as crianças e adolescentes do século 21 são antenados e ocupadíssimos. Eles freqüentam a escola, as aulas de inglês, espanhol e francês. Fazem uma atividade física, navegam na internet com desenvoltura impressionante e, é claro, encontram uma brechinha para estar com os amigos.  No entanto, os estudantes quase não lêem livros e textos clássicos e muitos dos benefícios dessa prática vão ficando para trás” (Fonte: http://infonaeducacao.wordpress.com/ Acesso em Setembro/2011.)

Post´s do twitter podem se transfomar em livro

Você acredita que a novidade para a leitura fica apenas nos e-books. Saiba que agora se você tem twitter pode escrever um livro. È isso mesmo, agora um programa vai catalogar todos os post do seu twitter e enfim ter um livro. A empresa Bookapps Tweetbook Service proporcionou esta posibilidade de criar livros impressos a partir dos posts no Twitter. Mas se quiser a versão impressa ela será paga e estilosa. Mas se não quiser pode ter um link para o arquivo em PDF por email de graça.

Está é a novidade. Mas será que o livro deve ser coeso? Enfim não custa tentar.

fonte http://entretenimento.uol.com.br/famosos/william-bonner/

O Twitter do Bonner ja é famoso, o livro do Tiuzão então.

Leia sobre a experiência do blogueiro André Lemos.

Bom, depois da ficção @Reviravolta, escrita pelo Twitter, resolvi testar o sistema e fazer o meu livro de “tweets” (@andrelemos) em PDF e em MOBI para usar no Kindle. O sistema, infelizmente, não pode ler todos os meus tweets desde abril de 2007, quando comecei a usar o Twitter, e compilou apenas metade deles (dava sempre erro de importação), aqueles de 24 de dezembro de 2009 até hoje, 30 de julho de 2011. Mais de 3 mil tweets. A escolha da data de inicio foi do sistema, não minha. E no final do livro, há um index de #hastags, das @pessoas citadas e um gráfico com a quantidades de tweets enviados por mês durante todo o período. Tudo feito de forma automatizada pelo sistema.

Tente o seu!

Edição de áudio e imagem

Atividade 1 –

http://filmmakingcentral.com/fmc2/2008/12/fmc-review-%E2%80%93-adobe-premiere-pro-cs4-is-ready-for-primetime/

Visualização do premiere CS4

O programa Adobe Premiere CS4 é utilizado para captura e edição de áudio e imagens. Durante a aula no dia 21 de setembro de 2011 o coordenador do curso do Cesumar Antonio Torquatto fez uma aula expositiva mostrando como são realizados os processos de captura e edição neste programa.

Devido às aulas de Televisão já havia utilizado o programa para edição das reportagens do telejornal e programas laboratório. O aprendizado maior foi devido à captura em tempo real e dicas para facilitar o processo de edição, pois no laboratório de televisão usamos o programa com auxilio do técnico que realiza as funções solicitadas durante a edição. Já para a gravação dos programas ele realiza todo o processo e apenas acompanhamos a gravação.

As vantagens do programa se dão devido à facilidade de acesso e preço baixo. O programa pode até ser encontrado na web e possui qualidade técnicas diferente de programas de edição disponíveis no Windows, que, por exemplo, não possibilitam o uso de efeitos para melhorar uma imagem com muita luz ou escurecer um rosto que não pode aparecer.  Outra vantagem são as ferramentas de fácil acesso e aprendizado. Programas como After exigem um conhecimento técnico de edição e captura de imagens.

Uma desvantagem consiste na memória necessária para uso do programa. O espaço disponibilizado no computador deve ser grande, sendo assim é necessário ter uma máquina com alta memória RAM para que o programa rode sem travar no meio de uma edição, por exemplo. Relacionado também a memória necessária o programa exige a instalação de outro programa para renderizar e exportar seu trabalho para formatos de vídeo. Ou seja, o programa não possibilita a finalização do trabalho precisa de um novo programa de apoio. Isto pode dificultar o processo de edição. Pois é necessário ter uma boa máquina disponível.

 

 

podcast

Confira o a explicação do estudante Altieres Rhor sobre a origem e características do podcast. E também aprenda como disponibilizar os arquivos em seu blog.

 

 

 

http://www.4shared.com/audio/0h0bm9vh/Aida_Editado.html

Confira agora tudo sobre podcast por Altieres Rohr

 

 

 

Youtube. Uma nova fonte de discursos.

PELLEGRINI, Dayse Pereira; REIS, Diolinda Dias; MONÇÃO, Philipe Costa e OLIVEIRA, Ravel. Youtube. Uma nova fonte de discursos. Universidade Estadual de Santa Cruz. Acesso em Setembro de 2011 http://www.bocc.ubi.pt/pag/bocc-pelegrini-cibercultura.pdf

Atividade: Considerações finais do autor, a partir de meu ponto de vista, considerando, entre outros,  os conceitos de Lemos a respeito da liberação do polo emissor; conexão generalizada e reconfiguração dos meios e estruturas.
  As considerações serão postadas em breve…

graduando e o jornalista recém formado no cenário multimídia

E na quarta tem postagem dos arquivos de áudio, vídeos e as fotos  da simulação de cobertura coletiva com o tema   “O graduando e o jornalista recém formado no cenário multimídia”…..

« Older entries